Organização Curricular

 

A proposta curricular do Ensino Fundamental I está pautada nos Parâmetros Curriculares Nacionais do Ministério da Educação e Desporto. O conteúdo programático é organizado de modo a permitir ao aluno vivenciar situações que propiciem a construção de conceitos cada vez mais abrangentes.

    Nos cinco anos iniciais, o professor, assessorado por um coordenador, centraliza o ensino das disciplinas de Português, Matemática, Geografia, História e Ciências, em dedicação exclusiva a um único ano, permitindo ao aluno a vivência do conhecimento nos anos iniciais do ensino fundamental como um conjunto integrado correlacionando-se com a afetividade e a proximidade necessária nessa fase.

    As matérias, Arte, Música, Inglês, Educação Física, Robótica , no 1º ano, e Informática, no 5º ano, são ministradas por professores especializados. As aulas de informática, do 1º ao 4º ano, são ministradas pelos próprios professores de classe, sob a orientação e capacitação de um analista de suporte.

    O conteúdo curricular do Colégio São Mateus propõe um ensino onde esse seja visto como meio para que os alunos desenvolvam as capacidades que lhes permitam produzir e usufruir dos bens culturais, social e econômico.

Nessa perspectiva, incorporam-se como diretrizes gerais e orientadoras da proposta curricular as quatro premissas apontadas pela UNESCO como eixos estruturais da educação na sociedade contemporânea:

     Nessa perspectiva, incorporam-se como diretrizes gerais e orientadoras da proposta curricular as quatro premissas apontadas pela UNESCO como eixos estruturais da educação na sociedade contemporânea:


• Aprender a conhecer;
• Aprender a fazer;
• Aprender a viver;
• Aprender a ser.

ÁREAS DO CONHECIMENTO

    No Ensino Fundamental I, os conteúdos são abordados em três grandes categorias:
• Conteúdos conceituais;
• Procedimentais;
• Atitudinais.

    Os Conteúdos Conceituais referem-se à construção ativa das capacidades intelectuais para operar com símbolos, ideias, imagens e representações que permitem organizar a realidade. Portanto, nossa proposta nas aulas de Língua Portuguesa é privilegiar o conhecimento linguístico nos três níveis:
• Leitura e compreensão de textos;
• Análise e reflexão linguística;
• Produção de textos.

    O conhecimento da cultura brasileira e da língua literária é valorizado através da leitura de bons autores de diferentes áreas.

Na área de Matemática, o principal objetivo é levar o aluno a desenvolver estratégias para a resolução de problemas a partir de conceitos relacionados aos quatro eixos de trabalho:
• Números e Operações;
• Grandezas e Medidas;
• Espaço e Forma;
• Tratamento da informação.

    Nas aulas de História e Geografia, procura-se proporcionar ao aluno a compreensão do homem e a maneira como ele se relaciona com o meio, sendo o principal agente da história.

Em Ciências, os alunos são inseridos à cultura básica, estimulando-os a desenvolver as capacidades de observar, interpretar e compreender a si mesmos e o mundo em que vivem.
Esses conteúdos atendem aos blocos temáticos básicos:
• Ambiente;
• Ser humano;
• Saúde;
• Recursos tecnológicos.

    Conteúdos Procedimentais
    Expressam um saber fazer que envolve tomar decisões e realizar uma série de ações de forma ordenada e não aleatória para atingir uma meta.

Conteúdos Atitudinais
Permeiam todo o conhecimento escolar. Para a aprendizagem de atitudes, é necessária uma prática constante, coerente e sistemática.

    Os alunos são orientados para que saibam utilizar adequadamente os cadernos, a agenda, os materiais de uso individual e de uso coletivo, transferindo esses cuidados para os espaços escolares, domésticos e comunitários.

    É também de fundamental importância que os alunos participem de discussões e debates, sabendo expor suas opiniões, considerando e respeitando os diferentes pontos de vista.

AVALIAÇÃO

A avaliação, no nosso entender, vai além do controle externo do aluno, mediante notas ou conceitos, é compreendida como parte integrante e intrínseca ao processo educacional; acontece de forma contínua e sistemática, por meio da interpretação qualitativa do conhecimento construído pelo aluno.

Em nossa escola, a avaliação serve de subsídio para o professor refletir continuamente sobre sua prática, a criação de novos instrumentos de trabalho e a retomada de aspectos que devem ser revistos e ajustados para o processo de aprendizagem individual ou grupal.

Nessa perspectiva, a avaliação ocorre durante todo o processo de ensino e aprendizagem e não somente após o fechamento de etapas do trabalho, contribuindo para que a tarefa educativa tenha sucesso.

O aproveitamento dos alunos, em todas as áreas de estudo, é comunicado aos pais através do boletim final de cada período e, quando necessário, através de encontros com a coordenação, o professor e o responsável pelo aluno.

O ensino fundamental faz parte de uma longa etapa, por isso contribui para a construção de valores e atitudes que norteiam as relações interpessoais e intermedeiam o contato do aluno como objeto de conhecimento.

É imprescindível, nesse processo, valorizar o aprender contínuo e a troca constante aluno-aluno e aluno-professor, uma postura de trabalho que considere a cooperação, o respeito mútuo, a tomada de consciência, a persistência, o empenho e a prontidão para superar desafios.